Home | Blog | Mamografia: o que é, como funciona, preparo e quando fazer

Mamografia: o que é, como funciona, preparo e quando fazer

A mamografia é o exame mais usado no rastreamento do câncer de mama. Sem ela, a paciente fica à mercê do achado ocasional de um nódulo endurecido e indolor — o qual só é perceptível quando a lesão atinge de 2 a 3 cm. Como se sabe, uma vez que as dimensões do tumor estão, diretamente, relacionadas aos índices de cura, o diagnóstico precoce é essencial.

Neste artigo, mostramos tudo sobre este exame de imagem tradicional e importantíssimo. Se você pretende fazer uma mamografia em Manaus, continue a leitura!

O que é a mamografia?

A mamografia é como um raio X das mamas. Trata-se de um procedimento bastante simples — cuja dor é passageira.

Na hora do exame, a paciente coloca os seios entre as duas placas do mamógrafo. Assim, o aparelho comprime as mamas e gera as imagens.

Para o preparo da mamografia, pede-se apenas para as pacientes vestirem duas peças (calça ou bermuda e camiseta) e não usarem nenhum cosmético (desodorante, creme, talco etc) nas mamas e axilas no dia do exame. Além disso, recomenda-se marcá-lo entre o 5º e o 10º dia após a data de início da última menstruação.

Existem contraindicações para a mamografia?

Em geral, a mamografia não é realizada em gestantes e lactantes. Quem está grávida ou amamentando pode checar a saúde das mamas por meio de outros exames, como ultrassom e ressonância magnética.

A exceção são situações em que a mamografia seja absolutamente necessária. Por exemplo, quando há suspeita do aparecimento de câncer de mama durante a gravidez.

Além disso, mulheres que colocaram prótese mamária precisam aguardar, pelo menos, 6 meses para realizá-la. E caso a paciente tenha feito algum exame com o uso de contraste venoso, deve aguardar 2 dias para a mamografia.

A partir de quando deve-se começar a fazê-la?

As associações médicas brasileiras recomendam começar a fazer mamografia de rotina a partir dos 40 anos de idade. Em geral, exame é anual e deve ser feito até por volta dos 75 anos. Estudos mostram que, quando realizada nessa faixa etária, a mamografia é capaz de reduzir em até 30% o número de óbitos decorrentes do câncer de mama.

Por outro lado, não se fala em uma idade mínima para a mamografia. O que os especialistas afirmam é que, em casos específicos, como quando há histórico de câncer de mama em parentes de primeiro grau, pode-se solicitar o exame em mulheres mais jovens e em intervalos menores.

A mamografia machuca?

Ainda que a sensibilidade seja algo individual, pode-se afirmar que a mamografia não machuca, mas dói, por causa da compressão das mamas. Para minimizar o desconforto, especialistas recomendam:

  • manter uma dieta rica em ácido linoleico e gamalinoleico (presentes em alimentos como azeite extra virgem, castanha-do-pará, sardinha, salmão, entre outros) 2 meses antes do exame;
  • realizar o exame após o período menstrual, no qual a retenção de líquidos ou mesmo por conta de uma questão hormonal, a mulher se sente mais dolorida;
  • fazer uma ultrassonografia antes da mamografia, para verificar o tamanho dos cistos e, caso sejam maiores que 2 cm, esvaziá-los antes do procedimento;
  • conversar com seu médico sobre a possibilidade de usar um medicamento anti-inflamatório ou analgésico cerca de duas horas antes da mamografia.

No mais, é importante procurar uma clínica de qualidade para realizar o exame. Afinal, o equipamento e a técnica adequada também ajudam a diminuir o desconforto. Em Manaus, a mamografia pode ser feita na Clínica Magscan.

Quais são os principais mitos em relação à mamografia?

Em tempos de fake news, é importante esclarecer algumas informações falsas e distorcidas em relação ao exame. Por exemplo:

  • o risco de câncer radioinduzido é baixíssimo e não se sobrepõe aos benefícios do diagnóstico precoce;
  • a biópsia do nódulo encontrado no exame de imagem não leva ao desenvolvimento do câncer de mama.

Esse tipo de desinformação faz com que muitas mulheres fiquem com medo da mamografia. Assim, acabam perdendo a chance de detectar o tumor em fase inicial e ter um tratamento menos agressivo e com maiores chances de cura.

Por fim, vale lembrar que o câncer de mama é o segundo tipo mais comum de neoplasia entre as brasileiras. Mas por aqui, diferentemente do que ocorre nos países desenvolvidos, a mortalidade em decorrência dele continua aumentando.

Somente a mamografia é capaz de identificá-lo, precocemente, em mulheres assintomáticas. Estudos comprovam que, naquelas submetidas ao rastreamento sistemático, a redução da mortalidade variou de 10 a 35% (em comparação às que não realizavam o acompanhamento).

Agora que você sabe como a mamografia funciona, não adie o exame. Siga as orientações do seu médico e faça o exame no intervalo de tempo recomendado. Como mostrado, mesmo quem sente muita dor pode se preparar adequadamente para minimizar o desconforto.

Esperamos que tenha gostado do artigo. Caso precise fazer uma mamografia em Manaus, conte com a Magscan! Aproveite para agendar seu exame e obter uma avaliação individual!

Magscan - Medicina e Saúde
Hoje, a Magscan é uma das empresas de saúde mais conceituadas do Norte do Brasil. Em 2019, ampliou seu portfólio de serviços, indo além dos exames de imagem e inaugurando em seu laboratório de análises clínicas.
Resultado de Exames Agendar Exame
© 2010-2022 MAGSCAN - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS