Home | Blog | Saúde do adolescente: exames para fazer na puberdade

Saúde do adolescente: exames para fazer na puberdade

fevereiro / 2021

Para a maioria das pessoas, é na adolescência que se começa a criar autonomia para fazer as próprias escolhas alimentares e em relação ao estilo de vida como um todo. Nessa fase, muitos criam hábitos que definirão seu bem-estar e qualidade de vida. Fazer exames na puberdade é uma forma de avaliar se tudo está bem ou se é preciso intervir para não ter maiores problemas no futuro.

Neste artigo, mostramos os exames de rotina mais solicitados nessa fase. Confira a lista e veja se a saúde dos adolescentes está sendo cuidada como merece!

Por que é necessário fazer exames de checkup durante a adolescência?

Boa parte das doenças crônicas, que costumam ser diagnosticadas apenas aparecem na vida adulta, têm início na juventude. É o caso da obesidade, diabetes, hipertensão arterial, estresse, ansiedade, entre outras.

O checkup na adolescência serve tanto para avaliar o crescimento, o desenvolvimento e a saúde, como para identificar, precocemente, fatores de risco para o desenvolvimento dessas doenças. A partir daí, pode-se orientar as mudanças de hábitos cabíveis.

Para isso, tudo começa com uma boa avaliação clínica. Na consulta, além do exame físico (medição da estatura, cálculo do índice de massa corpórea (IMC), aferição da pressão arterial etc) o médico levanta o histórico familiar e os fatores de risco comportamentais, como:

  • qualidade da alimentação;

  • frequência com que pratica atividades físicas;

  • se consome (ou convive com quem consuma) cigarro, bebidas alcoólicas e outras drogas;

  • situação psicoemocional;

  • risco para contrair doenças sexualmente transmissíveis (DST).

A bateria de exames laboratoriais e de imagem solicitada na puberdade continua na mesma linha de rastreamento. Além de testes específicos, para averiguar as suspeitas levantadas na anamnese, é comum que o médico peça exames gerais, tais como:

  • hemograma completo, para checar os índices de vitaminas (deficiência de ferro gera anemia, por exemplo), sais minerais, hormônios presentes no sangue etc;

  • lipidograma completo, para avaliar o colesterol total, frações e triglicérides;

  • glicemia de jejum, para prevenir o diabetes;

  • eletrocardiograma e teste ergométrico de esforço (indicados, principalmente, para quem frequenta academias de ginástica).

A triagem oncológica só costuma ser solicitada quando há um tipo de tumor muito frequente na família, que sugere um alto fator genético. Por exemplo: para famílias com incidência de tumores do colo uterino, recomenda-se que as adolescentes façam o Papanicolau durante os exames ginecológicos de rotina.

Como convencer o adolescente sobre a importância dos exames na puberdade?

Deve-se explicar o impacto que as escolhas feitas na adolescência, relacionadas ao estilo de vida, terão sobre o resto de suas vidas. Ao mesmo tempo, é imprescindível contar com o apoio de profissionais treinados para lidar com o público jovem, os quais conseguem criar uma relação de confiança com os pacientes.

Escolha um médico que se preocupe não apenas em examinar, mas em orientar o adolescente sobre os benefícios de adotar hábitos sadios no dia a dia. O especialista pode ser um pediatra (com o qual o adolescente tenha já um bom relacionamento), um hebiatra (pediatras especialistas em adolescentes), uma ginecologista (no caso das meninas) ou um bom clínico geral.

Em relação à frequência das consultas, adolescentes saudáveis devem fazer um checkup anual básico. Para meninas, é imprescindível consultar o ginecologista uma vez por ano, a partir da primeira menstruação.

Na hora de levar o adolescente para fazer os exames requeridos, mantenha o mesmo nível de exigência. Escolha uma clínica de referência, com boa infraestrutura e profissionais altamente capacitados, na qual ele se sinta à vontade para realizá-los.

Quando a puberdade se inicia e como é diagnosticada a puberdade precoce?

Não existe uma idade padrão para o início da puberdade. Nos meninos, essa fase começa, entre os 9 e os 14 anos de idade, com o aumento do volume testicular. Nas meninas, ocorre entre os 8 e 13 anos, com o surgimento do broto mamário.

Em seguida, têm início os sintomas comuns a ambos os sexos. São eles: o surgimento dos pelos pubianos e axilares, o aumento da oleosidade na pele e a acne.

A puberdade precoce, com início antes dos 8 anos (em meninas) e dos 9 anos (em meninos), precisa ser investigada. A Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) recomenda fazer um acompanhamento especializado, de forma a orientar toda a família.

Alguns exames laboratoriais e de imagem (como a dosagem de gonadotrofinas, ressonâncias magnéticas e ultrassonografias) podem ser solicitados para avaliar se existe, ou não, a exigência de tratamento médico. Em certos casos, a puberdade precoce pode estar associada a doenças como hiperplasia suprarrenal congênita ou mesmo um tumor adrenal.

Assim, os exames realizados na puberdade fazem parte de uma postura de cuidado para com os adolescentes. Se bem indicados e corretamente executados, eles são absolutamente benéficos para a saúde e qualidade de vida futura.

Gostou deste conteúdo? Para ficar por dentro de mais dicas sobre a saúde da família, siga a Magscan no Facebook e Instagram!

Magscan - Medicina e Saúde
Hoje, a Magscan é uma das empresas de saúde mais conceituadas do Norte do Brasil. Em 2019, ampliou seu portfólio de serviços, indo além dos exames de imagem e inaugurando em seu laboratório de análises clínicas.
Resultado de Exames Agendar Exame
© 2010-2022 MAGSCAN - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS