Home | Exames neurológicos

Exames neurológicos

Enxaqueca, acidente vascular cerebral (AVC), aneurisma, esclerose múltipla, Parkinson, Alzheimer, tumores do cérebro e coluna, distonia e muitas outras doenças afetam o sistema nervoso. Além da anamnese, em geral, o diagnóstico dos distúrbios neurológicos depende de exames de imagem complementares, os quais possibilitam aos médicos definir uma estratégia de tratamento moderna e individualizada.

Quem precisa realizar um exame neurológico em Manaus pode contar com a equipe da Magscan. Neste guia, saiba tudo sobre alguns dos exames oferecidos na clínica e tire suas dúvidas!

Como é um exame neurológico?

Os exames neurológicos se concentram na avaliação do sistema nervoso, mas na prática, todos os sistemas do organismo acabam sendo avaliados. Afinal, um problema muscular (como fraqueza ou paralisia), pode ser fruto de um distúrbio em algum nervo.

Assim, o exame neurológico se inicia com a observação atenta do paciente, o qual deve ser assistido o mínimo possível. O objetivo do examinador experiente é perceber as dificuldades relacionadas à velocidade, coordenação motora, postura, marcha, fala e outras funções. Dessa forma, poderá incluir ou excluir certos aspectos na investigação, baseando-se em hipóteses preliminares sobre o problema.

No entanto, muitas vezes o examinador precisa realizar o exame completo, de maneira detalhada. Isso inclui a avaliação do(a):

  • estado mental, por meio de perguntas e respostas, bem como na execução de tarefas cognitivas simples;
  • nervos cranianos, os quais conectam órgãos e estruturas da cabeça, pescoço e ombros ao cérebro;
  • sistema motor, o qual transporta os impulsos cerebrais aos músculos involuntários;
  • força muscular, cuja fraqueza em determinados padrões pode ser decorrente de doenças (por exemplo, a fraqueza maior em um dos lados do corpo pode ser indício de AVC);
  • marcha (caminhada), postura e coordenação, habilidades que exigem a interação dos nervos sensitivos e motores pelo cérebro e medula espinhal;
  • sensação, em relação à sensibilidade a objetos pontiagudos, temperaturas, vibrações etc;
  • reflexos, ou seja, respostas automáticas aos estímulos recebidos, o que é importante para avaliar a extensão das lesões;
  • sistema nervoso autônomo, o qual regula os processos internos de funcionamento do corpo (como frequência cardíaca, pressão arterial, frequência respiratória, temperatura etc).

Quais são os principais tipos de exames neurológicos?

Além da análise mencionada, para chegar ao diagnóstico, os médicos solicitam, ainda, exames complementares — geralmente em pacientes com comorbidades (hipertensão, colesterol alto, diabetes e doenças coronárias, bem como em pessoas mais velhas). Conheça-os a seguir.

Ultrassonografia transcraniana

Na Magscan, a ultrassonografia transcraniana é realizada em pacientes de até 2 anos de idade. Ela serve para analisar as estruturas encefálicas em tempo real, ajudando no diagnóstico de diversas doenças neuropsiquiátricas.

Para isso, o examinador percorre o transdutor pela cabeça do paciente. O exame não exige preparação.

Angiografia por ressonância magnética

angiografia por ressonância magnética mostra o fluxo sanguíneo nas veias e artérias. Durante o exame, o paciente permanece deitado em um equipamento semelhante a um túnel.

Entre os preparos, é preciso fazer jejum de 4 horas. Além disso, a pele deve estar limpa e sem nenhum produto corporal, assim como os cabelos precisam estar lavados e secos. Não é possível portar nenhum objeto metálico.

Pacientes que fizeram cirurgias neurológicas devem levar o laudo médico com a marca e modelo do material implantado. Isso é necessário para averiguar se não há incompatibilidade com o campo magnético da ressonância.

Angiotomografia de crânio

angiotomografia de crânio (ou angiografia por tomografia computadorizada do crânio) permite diagnosticar doenças intracranianas, como um aneurisma. Ela é realizada com contraste iodado intravenoso e avental de chumbo.

É preciso fazer jejum de 4 horas e suspender o uso de medicamentos que contenham metformina nas 48 horas que antecedem o exame. Além disso, não é permitido portar joias ou bijuterias.

Eletroencefalograma

eletroencefalograma (ECC) é um exame não invasivo, que registra a atividade elétrica cerebral espontânea. Serve para diagnosticar eventuais anormalidades neurológicas, as quais podem levantar a suspeita de epilepsia, doenças psiquiátricas etc.

Para fazer os traçados eletroencefalográficos, alguns eletrodos são colocados sobre a cabeça do paciente. Primeiramente, o ECC é feito em vigília, com o paciente acordado. Depois do registro do comportamento espontâneo, têm início as chamadas provas de ativação (incursões respiratórias forçadas e fotoestimulação intermitente).

Em relação aos preparos, o paciente deve comparecer ao exame bem alimentado. O cabelo deve estar limpo e seco (sem produtos finalizadores), para facilitar a colocação dos eletrodos.

Também é muito importante se privar, ao máximo, do sono na noite anterior ao exame. O paciente deve dormir, no mínimo, quatro horas a menos do que o habitual.

Onde realizar exames neurológicos em Manaus?

Quem precisa fazer um exame neurológico em Manaus pode buscar a Magscan. A clínica especializada em diagnósticos por imagem e análises clínicas conta com os mais modernos equipamentos e serviços. Além disso, seu corpo clínico está em constante treinamento e aprimoramento.

Então, já sabe! Caso necessite de uma avaliação individual, agende seu exame!

Resultado de Exames Agendar Exame
© 2010-2022 MAGSCAN - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS