Home | Blog | Influenza ou covid? Entenda as diferenças

Influenza ou covid? Entenda as diferenças

Influenza ou covid? Entenda as diferenças

Ultimamente, basta apresentar um sintoma gripal para surgir a dúvida: será que é influenza ou covid? Afinal, ambas geram reações bastante parecidas, tais como tosse, fadiga, rinorreia, febre, vômitos, diarreia e/ou dores musculares, na cabeça ou na garganta. Até mesmo a alteração ou perda temporária do paladar, ainda que seja mais comum na Covid-19, também pode ocorrer na influenza.

Neste artigo, destacamos as principais diferenças entre elas. Além disso, saiba quais são e onde realizar os exames para confirmar os respectivos diagnósticos. Boa leitura!

Como saber se é influenza ou covid?

Ambas as doenças têm formas de transmissão e sintomas semelhantes. Porém, existem diferenças importantes. Por exemplo:

  • a influenza tem caráter sazonal; já a Covid-19, não;
  • a influenza não gera sintomas após a remissão da doença; a covid, por outro lado, pode gerar (trata-se da chamada síndrome pós-covid ou covid longa);
  • a influenza, geralmente, manifesta sintomas intensos (como febre de início súbito, acompanhada de tosse, dor de garganta e dor no corpo) nas primeiras 48 horas após a infecção; a covid, por sua vez, vai ficando mais intensa após o quinto ou o sexto dia de sintomas;
  • a influenza causa tosse seca; a covid, no entanto, provoca uma tosse intensa e persistente;
  • a influenza, raramente, leva à falta de ar e à redução ou perda do paladar; na covid, esses sintomas são bastante comuns.

Como é feito o diagnóstico dessas infecções?

Seja infecção por influenza ou covid-19, para ter certeza do diagnóstico, deve-se realizar testes laboratoriais. A seguir, confira os principais exames indicados para identificar essas síndromes.

Exames para diagnosticar a influenza

Existem diversos exames para diagnosticar a influenza. O mais indicado é o teste molecular, feito com a análise de secreção nasofaríngea, coletada via swab (um tipo de cotonete estéril). Outra possibilidade é o teste rápido para Influenza A e B, também feito com material do nariz ou garganta, porém, com menor sensibilidade. Além disso, existe a pesquisa de vírus respiratórios e, ainda, o painel molecular de vírus e bactérias de trato respiratório.

Exames para diagnosticar a Covid-19

Entre os exames para diagnosticar a Covid-19, o RT-PCR é considerado padrão ouro. Para realizá-lo, analisa-se uma amostra de secreção nasofaríngea em laboratório.

Esse tipo de teste precisa ser feito entre o segundo e o décimo dia após início dos sintomas. Em caso de pessoas assintomáticas, mas que tiveram contato com quem testou positivo para a doença, vale o mesmo prazo.

teste sorológico (anticorpos IGG e IGM), por sua vez, não diagnostica a doença, não sendo indicado para quem está doente. No entanto, este revela a presença de anticorpos devido a um contágio anterior.

Existe, ainda, o teste rápido de antígeno. Ele é feito com uma amostra da mucosa nasal, mas, nesse caso, sem avaliação laboratorial. Trata-se de uma alternativa para pessoas até o sétimo dia de sintomas ou para as assintomáticas que tiveram contato recente com quem constatou a doença.

Na prática, os testes rápidos são úteis para favorecer o isolamento precoce. No entanto, o diagnóstico da Covid-19 só pode ser confirmado pelo RT-PCR, feito por um profissional de saúde, em uma clínica especializada.

Como deve ser o isolamento para cada uma dessas doenças?

Ao testar positivo para influenza ou covid, os pacientes precisam fazer isolamentos diferentes. No caso de quem está com influenza, em geral, recomenda-se:

  • ficar em casa por sete dias, a partir do início dos sintomas;
  • ou ficar em casa até 24 horas após a resolução dos sintomas — devendo prevalecer o isolamento mais longo.

Para quem testou positivo para a Covid-19, a orientação é permanecer em casa por 10 dias, a partir do início dos sintomas. Em casos assintomáticos, esse período é contado a partir da data do primeiro teste positivo. Já em casos de síndrome respiratória aguda grave, o isolamento deve ser feito por 20 dias ou, no mínimo, dez dias (se o RT-PCR der negativo).

Vale destacar, ainda, que a influenza e a covid podem se sobrepor. Devido à possibilidade de coinfecção, também chamada de “flurona”, um resultado positivo para influenza não impossibilita a infecção pelo coronavírus — e vice-versa. Esse tipo de ocorrência agrava significativamente o quadro, dificultando a recuperação.

Onde realizar exames para influenza ou covid em Manaus?

Em Manaus, você pode realizar os exames para confirmar se está com influenza ou covid na Magscan. Graças ao nosso corpo clínico altamente capacitado e infraestrutura completa, somos referência em medicina diagnóstica. Acesse nosso site e faça seu pré-agendamento online agora mesmo!

Esperamos que o conteúdo tenha sido útil. Para ficar por dentro das principais informações ligadas à prevenção e diagnóstico de doenças, siga a Magscan no Facebook e Instagram!

magscanadm
Resultado de Exames Agendar Exame
© 2010-2022 MAGSCAN - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS