Home | Blog | Seu médico solicitou o mapa exame cardiológico? Saiba mais sobre o exame

Seu médico solicitou o mapa exame cardiológico? Saiba mais sobre o exame

Seu médico solicitou o mapa exame cardiológico? Saiba mais sobre o exame

O nome “MAPA exame cardiológico” é a maneira como os médicos se referem à monitorização ambulatorial da pressão arterial, também chamada de MAPA. Trata-se de um método que permite o registro, direto e intermitente, da pressão arterial por 24 horas. Enquanto isso, o paciente realiza suas atividades habituais normalmente.

Quer saber tudo sobre esse importante exame do coração? Então, continue a leitura!

Mapa exame cardiológico: o que é e como é feito?

O mapa exame cardiológico mostra o comportamento real da pressão arterial no dia a dia. Isso possibilita classificar o paciente em quatro categorias distintas:

  • hipertensão arterial;
  • normotensão verdadeira;
  • hipertensão do avental branco (HAB), considerada na avaliação inicial do paciente com suspeita de hipertensão arterial;
  • hipertensão mascarada (HM), também chamada de normotensão do avental branco.

Ele é feito durante a vigília e o sono, por 24 horas. Para isso, utiliza-se um aparelho de medição (monitor com manguito preso ao braço).

Quando o MAPA é indicado e o que pode revelar?

O mapa exame cardiológico serve para identificar a hipertensão verdadeira, afastar a hipótese de hipertensão do avental branco e identificar a hipertensão mascarada. Além disso, ele é indicado para:

  • identificar quadros de pré-hipertensão (quando ainda não há lesões em órgãos-alvo, como o coração e o cérebro);
  • realizar a triagem e o acompanhamento de casos de apneia obstrutiva do sono;
  • fazer o manejo da hipertensão em pacientes grávidas;
  • monitorar a pressão arterial em diabéticos, doentes renais e pacientes com insuficiência cardíaca;
  • analisar mudanças na pressão arterial durante o sono, bem como a elevação da pressão arterial pela manhã;
  • investigar sintomas de hipotensão e de disfunção autonômica (ou disautonomia, uma condição que prejudica diversas funções do corpo, como os batimentos cardíacos);
  • avaliar o controle da hipertensão em pacientes já diagnosticados com a doença.

Quais são as vantagens desse tipo de monitorização?

O registro direto e intermitente da pressão arterial traz diversas vantagens em comparação à medição realizada no consultório médico. Na prática, as variações mostradas no mapa exame cardiológico podem se correlacionar melhor a problemas cardiovasculares, como infarto do miocárdio e acidente vascular cerebral (AVC).

Além disso, trata-se de um método muito útil para avaliar a resposta terapêutica ao longo do dia e da noite. Isso é essencial no acompanhamento de pacientes que já se encontram em tratamentos anti-hipertensivos.

Quais são as orientações para realizar o MAPA?

A colaboração do paciente é extremamente importante para o sucesso da monitorização. Para começar, o mapa exame cardiológico deve ser agendado para uma data em que a rotina seja a habitual. Por isso, evite marcá-lo para períodos de férias ou mesmo dias de folga.

O uso de medicamentos de rotina fica a critério médico, podendo ser mantido ou suspenso. Já a prática de atividades físicas deve ser suspensa, assim como o banho. Também é importante tomar cuidado para não deitar sobre o braço com o manguito.

É necessário vestir uma camiseta com a manga bem larga ou regata, para não interferir na fixação do manguito. Além disso, leve um cinto, para posicionar o monitor na cintura. Um profissional na clínica fará a instalação do equipamento e dará as demais recomendações necessárias.

Ao longo do exame, o monitor não deve ser desconectado do manguito. Também não é permitido trocar o aparelho de braço. Sua retirada é feita na clínica, conforme combinado no agendamento.

Como preencher o diário de atividades?

Os relatos anotados no diário de atividades devem conter o horário mostrado no aparelho. Na hora de descrevê-los, não esqueça de mencionar:

  • se tratava de uma atividade profissional, doméstica ou escolar;
  • dirigia ou estava como passageiro e em qual meio de transporte;
  • se encontrava em movimento ou em repouso.

Registre, também, o horário de todos os lanches e refeições. Anote, ainda, os momentos em que houve consumo de café, cigarro e bebidas alcoólicas, relatando as respectivas quantidades.

Caso utilize alguma medicação durante o exame, mencione-a no diário. Para isso, informe o nome do medicamento, a dosagem ingerida e em quais horários.

E tem mais: se cochilar, anote o horário e a duração da sesta. Se passar por um momento de estresse, registre também. Caso sinta sintomas como tontura, dorfalta de ar, entre outros, anote:

  • os horários de início e término;
  • a intensidade;
  • a medida tomada para amenizá-lo.

Por fim, marque o horário em que foi se deitar e a hora em que acordou. É importante descrever a qualidade do sono (bom, regular ou ruim).

Todos os dados descritos no diário serão avaliados pelo médico. De maneira geral, pacientes com mais de 50% das aferições elevadas são considerados hipertensos. Já aqueles com 20 a 40% das medições alteradas têm risco aumentado para a doença.

Assim, o mapa exame cardiológico permite estratificar o risco cardiovascular, ou seja, identificar fatores que podem elevar a pressão arterial em cada indivíduo. Isso faz dele essencial tanto na prevenção de eventos cardiovasculares, como no prognóstico de pacientes com hipertensão arterial.

Em caso de dúvidas sobre o MAPA, entre em contato. A equipe da Magscan está sempre pronta para ajudar!

magscanadm
Resultado de Exames Agendar Exame
© 2010-2022 MAGSCAN - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS