Home | Blog | 7 tipos de exames de diagnóstico por imagem

7 tipos de exames de diagnóstico por imagem

7 tipos de exames de diagnóstico por imagemc

Os avanços tecnológicos na área de medicina diagnóstica possibilitam cuidar da saúde cada vez mais. Graças aos exames complementares, os médicos têm mais condições de prevenir ou tratar, o mais precocemente possível, uma série de alterações e doenças. Para tanto, contam com as avaliações clínicas, as análises laboratoriais e os exames de diagnóstico por imagem. É, justamente, sobre esses  procedimentos que tratamos neste artigo.

Para conhecer seus principais tipos, metodologias e usos, bem como entender como podem ser determinantes para confirmar, refutar ou acrescentar novas hipóteses, continue a leitura. Você verá que, quando se tratam de diagnósticos, quanto maior a riqueza de informações, maior a assertividade nas condutas!

O que são exames de diagnóstico por imagem?

Os exames de diagnóstico por imagem são como fotografias do interior do organismo. Eles ajudam médicos e outros profissionais da área da saúde a investigar e acompanhar os mais variados distúrbios.

Tratam-se de procedimentos indolores, não invasivos e seguros — desde que respeitadas as orientações médicas. Isso vale, principalmente, para grávidas (que não devem realizar exames com radiação) e pessoas com alergia ao contraste iodado (que não devem recebê-lo).

Quais são os principais exames de imagem?

Existem diversos tipos de exames de diagnóstico por imagem. Para formá-las, eles podem usar:

  • radiação, como as radiografias, tomografias computadorizadas, angiografias e cintilografias;
  • ondas sonoras, como as ultrassonografias;
  • campos magnéticos, como as ressonâncias magnéticas.

Além disso, podem ser feitos com ou sem a adição de meios de contrastes. Esses, por sua vez, são substâncias que melhoram a definição e a nitidez da área avaliada.

A seguir, explicamos como funcionam os principais exames de diagnóstico por imagem. Continue a leitura e conheça-os!

1. Ultrassonografia

ultrassonografia ou, simplesmente, ultrassom, é um tipo de exame que não utiliza radiação. Na verdade, seu princípio de funcionamento se baseia na emissão de ondas sonoras de alta frequência. Quando atingem as estruturas do corpo, elas podem refletir ou não — e é isso que determina as formas e imagens obtidas.

Para que serve?

O exame serve para avaliar as estruturas corporais em tempo real. Portanto, o examinador percorre com um equipamento, chamado transdutor, a extensão corporal que deseja avaliar (como abdome, pelve, dentre outras).

Quais são as indicações?

O uso do ultrassom é amplo, sendo mais conhecido para as avaliações durante a gravidez, para acompanhar o desenvolvimento fetal. Além disso, também é bastante indicado em suspeitas de traumas ou doenças no abdome, assim como para avaliar, anatomicamente, a tireoide.

Como é feita?

A realização requer, basicamente, que a área avaliada esteja despida. Nela, o examinador aplicará um tipo de gel e, acima dele, vai percorrer com o transdutor a fim de obter imagens. Alguns tipos de ultrassom exigem preparo, como bexiga cheia e uso prévio de medicações. Portanto, verifique no momento do agendamento se há algum preparo específico.

2. Ecocardiograma bidimensional com doppler

O ecocardiograma bidimendional com doppler funciona com os mesmos princípios do ultrassom. Contudo, seu uso é mais voltado para a cardiologia, sendo fundamental para avaliar patologias cardíacas.

Para que serve?

O eco, como também é conhecido, permite uma avaliação efetiva da estrutura do coração e também do seu funcionamento. Isso acontece, pois, associado ao doppler, é possível identificar como está o fluxo sanguíneo no interior do órgão, além de visualizar sua anatomia.

Quais são as indicações?

Diante da efetividade na avaliação, as indicações para o exame são diversas. Portanto, ele é solicitado se há suspeita de: valvopatias, formação de coágulos, estrutura cardíaca acometida, estreitamento na passagem de sangue, dentre outras situações.

Como é feito?

O exame requer que o paciente esteja com o tórax descoberto. Assim como na ultrassonografia, o transdutor percorre a área avaliada em contato com um gel. Na maior parte do tempo, ele deve permanecer deitado de costas e, em alguns momentos, pode ser solicitado que mude a posição, deitando-se lateralmente.

3. Raio X contrastado

raio X contrastado (ou raio X com contraste) é um exame baseado na emissão de feixes de radiação. As imagens são formadas a partir da capacidade de absorver, ou não, os feixes emitidos. Isso varia de acordo com a densidade dos órgãos ou estruturas avaliadas.

Para que serve?

A radiografia, acrescida do contraste, serve para visualizar diferentes partes do organismo que não ficam claras em radiografias simples. Para isso, administra-se um medicamento (sulfato de bário ou iodo) no paciente.

Quais são as indicações?

As maiores indicações para o raio X contrastado estão associadas ao sistema urinário digestório. Como exemplo, pode-se citar o diagnóstico da nefrolitíase, conhecida popularmente como pedra nos rins. Se a pedra interrompe o fluxo da urina para a bexiga, o contraste também não consegue percorrer os ureteres (que ligam os rins à bexiga).

Como é feito?

Para realizar um raio X contrastado, é preciso que o contraste esteja dentro do organismo antes da captura das imagens. Então, ele pode ser administrado por diferentes vias, como oral ou intravenosa.

4. Tomografia computadorizada

Assim como o exame anterior, a tomografia computadorizada (TC) também se baseia na emissão de feixes de raio X. Contudo, sua realização possibilita uma abrangência mais ampla, permitindo a visualização em múltiplos planos e viabilizando a análise em diferentes dimensões.

Para que serve?

A tomografia serve para permitir uma visualização mais precisa das estruturas corporais, pois possibilita que cada região seja a analisada em “fatias”. Mais importante que isso são os múltiplos planos que atua, ou seja, é como se você avaliasse cada plano de frente, de lado ou mesmo de cima.

Quais são as indicações?

Uma das indicações mais importantes está vinculada à oncologia, pois permite detecção e estadiamento dos tumores. Entretanto, não está restrito à abordagem de cânceres, visto que é determinante na identificação de traumatismos cranianos.

Como é efeita?

Para realização, deve-se permanecer deitado e imóvel na mesa de exame. Para captação das imagens, é como se o paciente passasse dentro de um túnel, que emite e detecta os feixes de raio X. Feito isso, há o processamento das imagens, que chegam ao médico para embasar o laudo.

5. Ressonância magnética

Ao contrário do raio X e da tomografia, o funcionamento da ressonância magnética (RM) não exige uso de radiação. Na verdade, ela detecta a movimentação de moléculas de água presentes em cada tecido do corpo. É a quantidade de água em cada um que vai determinar as diferentes densidades observadas na imagem.

Para que serve?

ressonância magnética serve para avaliar, com qualidade superior à da tomografia, determinados segmentos do corpo. Sua efetividade na geração de imagens permite boa avaliação de ossos, articulações, músculos, vasos e outros tipos de tecidos. Na área neurológica, tem papel decisivo na detecção de patologias.

Quais são as indicações?

As principais indicações estão associadas à ortopedia e à neurologia, pois ossos e articulações são melhores avaliados por meio desse exame. Na neurologia, há grande importância não só para visualização de estruturas cerebrais, mas também da medula e da coluna vertebral.

Como é feita?

A realização da ressonância é semelhante à tomografia, pois requer que a pessoa permaneça deitada e parada enquanto passa por uma espécie de túnel. Por outro lado, aqui não há emissão de feixes de radiação, mas sim uma detecção de campos magnéticos e movimento de partículas.

6. Angiografia por ressonância magnética

angiografia por ressonância magnética (ARM ou angio-RM) é um dos principais exames neurológicos. Ela permite analisar os vasos sanguíneos do cérebro, coração, braços, pernas e órgãos abdominais.

Para que serve?

O exame serve para mostrar imagens do fluxo sanguíneos nas veias ou nas artérias. Assim, proporciona um excelente detalhamento vascular.

Quais são as indicações?

A angiografia por ressonância magnética é indicada em casos de suspeita de aneurisma. Além disso, é usada no diagnóstico de coágulos nas veias dos braços, pernas e pelve, de tumores que afetam o fluxo sanguíneo, entre outras condições.

Como é feito?

Para realizá-la, o paciente também permanece deitado em um equipamento similar a um túnel. Pode ser realizada sem ou com a injeção de contraste com gadolínio.

7. Cintilografia

cintilografia forma imagens a partir de um composto químico radioativo (radioisótopo). Esse pode ser injetado, ingerido ou inalado.

Para que serve?

É usada na detecção e seguimento de metástases (disseminação da doença). Porém, as imagens não são tão detalhadas quanto as de outros métodos de diagnóstico por imagem, como radiografias, tomografias ou ressonâncias.

Quais são as indicações?

Ela é indicada, por exemplo, para avaliar pacientes com câncer (de tireoide ou de próstata, por exemplo). Além disso, pode ser usada na detecção de problemas no fígado, pulmões, trato urinário, ossos e outras regiões.

Como é feito?

Após receber o radioisótopo e aguardar o tempo necessário, o paciente se deita e permanece imóvel por alguns minutos, enquanto o aparelho gera as imagens. Ao término do exame, deve-se beber bastante água, para ajudar a eliminar o composto radioativo do organismo.

Onde realizar exames de imagem em Manaus?

Na Magscan, é possível realizar esses e muitos outros exames de diagnóstico por imagem, assim como exames laboratoriais. Aqui, investimos continuamente nas melhores tecnologias e na atualização do nosso corpo clínico. Estamos em duas localizações privilegiadas, bem no centro de Manaus, AM: Millenium Shopping (unidade completa) e Atlantic Tower (exclusiva para exames de ressonância magnética).

Caso tenha ficado com alguma dúvida, entre em contato. E, para agendar seus exames, acesse nossa central de marcação!

Magscan - Medicina e Saúde
Hoje, a Magscan é uma das empresas de saúde mais conceituadas do Norte do Brasil. Em 2019, ampliou seu portfólio de serviços, indo além dos exames de imagem e inaugurando em seu laboratório de análises clínicas.
Resultado de Exames Agendar Exame
© 2010-2022 MAGSCAN - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS